Shinobi Survival
Votação
Apenas um Voto por Pessoa...
A) Sim
100% / 6
B) Não sou Capaz de Opinar
0% / 0
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

Ver toda a lista

Os membros mais ativos da semana
Últimos assuntos
Quest - Cortando a ligação Qua Jul 25, 2018 6:33 pmReaper
Ficha KuroiSeg Jun 25, 2018 7:57 pmKuroi Neko
Ficha KuroiSeg Jun 25, 2018 7:57 pmKuroi Neko
Modelo FichaSeg Jun 25, 2018 7:55 pmKuroi Neko
Outbreak - Por uma vez sóTer Mar 27, 2018 5:47 pmReaper
Outbreak - Dia dos mortosSeg Mar 26, 2018 12:30 pmUmagon
Que Horas São?



Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 11:30 am

Ao Chris colocar a criança no chão, ele se afasta um pouco dela e pode escutar um grito estrondoso partindo do Noroeste, este grito que o atordoava por meio segundo, fazendo com que seus pensamentos se embaralhem.

A criança que estava caída ao solo com uma tatuagem de um símbolo do infinito no peito começa a brilhar. Por estar extremamente ferida pode ser que algo tenha a afetado e com isso, ela começa a levantar de maneira descontrolada e com pedaços muito sensíveis de sua pele e carne caindo, balbuciando algumas letras sem sentido naquele momento - M...a...P...a...Pa - Andando lentamente em sua direção tentando se acostumar com o corpo ferido. Em seus olhos você pode notar a mínima presença de vida ou de uma alma, podia ver apenas que a criatura estava faminta.

O cavalo cai ao chão e começa a dormir.

Errante





═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 12:28 pm
Um urro atingia-me, escutava ao longe uma espécie de grito, era alto o suficiente para causar dano em mim, e dessa forma levava minhas mãos aos ouvidos, por um misero instante tudo era mudado, não, era coisa daquele grito, minha cabeça se confundia precipitadamente, o que atiçava meu orgulho, logo após um sorriso podia ser visto no meu rosto, erguendo a cabeça olhava naquela direção(Noroeste), pressentindo que algo estaria por vir, ou melhor, algo já estava entre nós. Duraria pouco tempo, antes de voltar para minha atual situação, via ao meu lado o animal caído, desmaiado talvez, olhava para a criança novamente, percebendo algo a mais vindo dessa, seu peito pulsava um brilho cintilante, imediatamente segurava no cabo de minha claymore, segurando-a para qualquer ação seguinte, precavendo o pior, continuava a observar o corpo, que no seu desenrolar demonstrava ser algo monstruoso, via o vir em minha direção, e em um ato hediondo, deixaria aquela coisa me seguir, mantendo uma distância de dois metros, sairia daquela possível estrada, quando feito cortaria o corpo desta ao meio, de cima para baixo, sem muito a desejar, daria um fim naquilo, em minha mente seria o melhor a se fazer.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 1:17 pm

A criança sem se controlar muito vai de encontro com sua claymore. Sua claymore atravessa o peito da criatura, o corpo podre dela permite com que a lâmina passe facilmente, ela agora está perto de seu corpo, se debatendo para tentar mordê-lo, devido essa proximidade ela faz com quê você não consiga realizar quaisquer outras ações que foram tentadas antes.

Errante





═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 6:02 pm
Soltava o cabo da claymore, e afastava alguns metros, deixando-a fincada no corpo daquele ser, observava atento, o mesmo mostrava persistência, mal sabia o que poderia ser aquilo, mas uma coisa seria definitiva, essa criança se tornara algo imortal, visto que uma estocada em seu peito não faria quase nenhum efeito, mas de todo modo, não seria nenhuma preocupação, seria lento e agia instintivamente, buscando algo, o animal na estrada seria algo mais fácil para se alimentar, concluindo que eu seria sua refeição, de todo modo o ser humano.

Meu poder de dedução não era dos melhores, mas não tinha nada por hora para fazer, ao meu redor um monte de mata e um corpo enrustido de queimaduras, deveria seguir adiante, desembainhava outra de minhas armas, e usando de minha agilidade rodeava a criança,
no momento certo cortaria as juntas de seus joelhos, buscando impedi-lo de se mover.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 6:48 pm

Após você deixar a arma presa no corpo da criança ela começa a tombar o corpo pelo peso, você corta as pernas de criatura e a arma passa por dentro de seu corpo. Ela tenta se arrastar na direção do cavalo que aos poucos ia recobrando a consciência.

Errante





═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Ter Mar 06, 2018 11:54 pm
Vendo o corpo jogado ao chão, buscando por algo, como se isso dependesse de sua vida, seguia logo atrás dele com minha wakizashi em mãos, visualizando suas ações, mudava de direção, seu caminho seria para onde o animal estava desmaiado, com metade do corpo cortado ao meio, não entendia o porque daqueles hábitos estranhos, diante disso, me apressava cortando o pescoço da criança,
buscando botar um fim em tudo aquilo. Percebia por fim uma movimentação calma do animal que estava ao chão, aparentava recobrar sua consciência.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 3:50 am

Você sente o peso de ter matado uma criança em sua alma. O cavalo aos poucos vai voltando a consciência e ele abaixa a cabeça para ti, como uma forma de respeito.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 9:59 am
A ideia de acabar com a vida da criança foi minha, com o intuito de acabar com sua vida até então miserável, tudo o que faria seria gemer e buscar encontrar algo, com um olhar faminto, embora meus ideais correspondessem com o que acabara de fazer, ao mesmo tempo era jogado em um turbilhão de sentimentos, a que ponto usufruiria de minhas habilidades para tais coisas? Ficava naquela alguns minutos, olhando para o então corpo do cadáver, até que ouço o som de passos, tais seriam diferenciados, como se ecoassem a cada batida, alguém se aproximava, erguendo minha wakizachi que estava em minha mão, virava em tal direção, surpreendendo com o animal andando em minha direção, respirava profundamente, como se aliviasse o peso em minhas costas.

Vendo o animal se aproximar, abaixava minha arma, com força, de modo que todo sangue que se encontre nessa fosse jogado para longe, e então a embainhava, acariciava o cavalo, olhando para seus olhos, não sabia o que fazer com tal, usa-lo como meio de transporte, talvez, procurava nesse se o mesmo tinha algo em seu corpo, uma ferida, equipamento ou algo similar. Por fim reatava minha claymore, que jogada no chão estava, a chacoalhava, buscando retirar qualquer sujeira de sangue presente nessa, guardando em seguida. Buscava encontrar minha direção novamente, mirando no destino que tinha iniciado a percorrer, onde a fumaça negra se fazia presente. Iniciava minha caminhada, andando lado a lado com o animal.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 11:39 am

Você começa a andar pela localidade e cerca de quase uma hora depois você está perto da fumaça, você percebe que era um vilarejo pequeno, pode escutar gritos e podia ver a olho nu pessoas iguais aquela criança.

Tinha cerca de cinco pessoas vivas no seu campo de visão permitido por um ser humano comum, daquelas criaturas tinha aparentemente quatro daquele mesmo jeito, alguns com membros faltando.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 4:23 pm
Chegava no local que saia a fumaça negra, e tudo que encontrava era um pequeno vilarejo, parado na entrada observava dali a movimentação, buscando me adaptar naquele local, continuava a bisbilhotar cada direção, logo ouviria gritos me virava para sua direção, percebia logo a frente algumas pessoas, olhando para essas assemelhava a criança na qual tinha acabado de matar, era de certo modo estranho, um novo tipo de criatura seria essas coisas? As observavas de onde estava, poderia enfrentar essas ali mesmo, mas buscava algum meio de não chamar atenção, algo estava acontecendo, não queria arriscar e perder tudo.

Olhava ao redor, buscando encontrar outros caminhos, logo me agachava e puxava o animal, buscando esconder ambas nossas presenças, atrás de uma pedra, casa, algo que nos tampasse da visão das criaturas presentes, usaria dessa oportunidade para encontrar alguém realmente vivo, favorecendo o fator stealth ao meu favor.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 4:26 pm

Você escondido consegue observar um outro homem chegando num cavalo segurando uma arma de fogo. Ele estava atirando em todas as criaturas cinzentas que via pela frente e salvava os aldeões que ali estavam. O caminho estava livre.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 4:57 pm
- Temos um herói por aqui! - Dizia ao me deparar com a cena, olha para o animal que estava ao meu lado, apalpava-o de modo carinhoso e tentava subir no mesmo, caso viesse a conseguir, seguiria aquele que atirava fogo nas criaturas, manteria uma certa distância,
essa na qual sua arma não pudesse alcançar, evitando conflitos desnecessários.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qua Mar 07, 2018 4:59 pm

O Homem nota sua presença no cavalo e aponta a arma para sua cabeça imediatamente dizendo em um tom de voz bem alto - IDENTIFIQUE-SE! OU EU ATIRAREI - podia ouvir o barulho da arma movimentando e aquilo agonizava seu corpo, era a primeira vez uma arma daquele jeito.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qui Mar 08, 2018 9:35 pm
Ao me deparar com aquela cena, puxava as rédeas ou até mesmo os cabelos daquele animal que sentado estava, buscava de algum modo fazer-lo parar imediatamente, o homem a minha frente, pegaria-me de surpresa, devido a toda situação que ali se passava, entendia sua manobra, e do lado de cá, não me restava muito a fazer, de onde estava levantaria uma das minhas mãos, optaria por tentar acalmar, e o gesto de pare talvez o ajudasse, sentia medo se esgueirando no meu corpo, naquela hora o suor gelava, minha espinha coçava, não podia fazer quaisquer ações adiante, não com o corpo travado, mas porque aquele lança chamas me causaria tal sensação? Minha morte talvez estivesse próxima. - ALTO LÁ! Não me mate! - Retrucava balbuciando palavras turvas, antes de continuar. - Procuro por respostas. - Não estava em posição de pedir nada, com uma arma apontada para mim, falava da boca pra fora, como se aquele medo gélido, incitasse isso, só me restava esperar e torcer.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qui Mar 08, 2018 9:48 pm

Um tiro no meio de suas pernas, para acertar o solo, como um aviso - Identifique-se! Não quero ter que matar um possível aliado - Vocês conseguem ver das chamas das casas saindo mais daquelas criaturas, tais também estavam em chamas mas não aparentavam ser afetados pelas chamas.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qui Mar 08, 2018 10:24 pm
- Me chamo Chris. - Falava após as ordens daquele homem, não me agradava o fato desse agir como o maioral, e o fato de manejar aquela arma demonstrava tudo. - Sou d... - Era interrompido por gemidos e grunhidos estranhos, vindo de uma casa qualquer, tal qual ardia em chamas, olhava a cena de onde estava, os encarava, contando quantos saiam da casa. - Vai precisar de ajuda? - Retirava minha claymore no final da pergunta, sendo a resposta qual fosse, ficaria preocupado com minha situação naquele meio, logo armaria minha guarda, a espera das criaturas desalmadas.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Sex Mar 09, 2018 11:31 am

É mais fácil matar com essa coisa aqui - O homem desce do cavalo e pega de uma bolsa lateral do cavalo e retira uma Crossbow Retrátil e dá para Chris e também da a bolas que possuía 20 dardos - É tudo o quê posso lhe dar para sobreviver.

O homem começa a disparar contra as criaturas - Atire na cabeça.

(Faça uma narrativa a seu gosto dizendo como que saiu da situação: 12 zumbis, seis vindo de dentro da vila e pegando fogo, quatro vindo da mata de ambos os lados e dois vindo pelo caminho que você fez).


Spoiler:

Crossbow

Composição: Madeira
Categoria: Impacto
Vigor: 1 - 20M/s
Tamanho: 1
Descrição: A Besta possuí o conceito semelhante ao de um Arco, utiliza dardos como munição de disparo, contudo diferente, possuí um mecanismo "automático" de gatilho. Usada apenas com uma mão, alcança cinquenta metros.


Dardo Preço Estimado: 35 Ryous

Composição: Aço
Categoria: Projétil
Dano: 50
Tamanho: 2 (Quatro Dardos Ocupam 2,0)
Descrição: Semelhante a flecha porém usada em disparos de gatilhos, como bestas, toda a sua confecção é similar à da seta por exceto o tamanho.





═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Sex Mar 09, 2018 9:04 pm
Ouvia o homem ao meu lado dizer tais palavras, por fim ouviria daquele palavras sucintas que condiziam com a atual situação, eu meus pensamentos tudo se confrontava com essas novas aberrações, e desde então a única pessoa na qual tivera contato fora rude comigo, até então, vendo suas ações, fincava minha claymore no chão, deixando-a erguida sobre o solo, pegava os equipamentos que me fora dado, colocando a bolsa de dardos sobre meu pescoço, ficando do lado esquerdo de meu corpo, agora tinha um objetivo a concluir, acabar com essas criaturas, antes que elas acabem comigo. Ao meu lado, ficava o homem, cerca de uns quatro metros de distância, parecia um pouco nervoso apesar de toda demonstração feita a pouco tempo, parecia que sentia pena daqueles monstros, a cada tiro que saia de sua arma. - Quer saber, que tal uma disputa? Ria com o canto da boca, não seria nada agradável tal pensamento, talvez a morte fizesse presente naquele confronto, mediante a isso apenas continuava, rejeitando qualquer pensamento negativo. - Quem matar mais aberrações terá desejo a uma ordem/pedido! - Após a conclusão preparava para o combate, não entendia o que seria aquela arma, apenas jogava para minha mão direita, manejando-a e engatilhando o primeiro dardo, mirava, em conjunto com meu olhar concentrado, tentava sincronizar a mira, adaptando-me a arma, uma parede de chamas se fazia presentes, o homem ao meu lado não parava de atirar, acabando por incendiar por completo a vila e muitas das casas presentes, mediante a isso as criaturas não deixavam de morrer, como antes visto por mim, muitas daquelas que vinham ao nosso encontro apenas começavam a se desmembrar, como se suas pele saíssem do corpo em si, seria uma cena memorável, modéstia a parte, voltando ao meu ato, continuava a mirar, e no primeiro sinal do inimigo, atiraria, e lá estava um lindo acerto na cabeça, via o monstro cair sobre o solo, remoendo seus últimos grunhidos, mas tinha acabado, longe disso, pegava outro dardo da bolsa, enquanto isso ouvia ao meu redor mais gemidos, estava desatento, ou melhor, estava atento apenas com aqueles que viriam da vila, logo perdia a noção do ambiente a minha volta, girava meu corpo a 180º, ficando de costas para a vila em si, percebia ao redor quatro outros daqueles, parecia que a batalha seria demorada, a luz das labaredas que se erguiam iluminava boa parte dos arredores daquele vilarejo, fazendo subir aos céus uma densa nuvem negra, talvez isso chame atenção dessas coisas, pensava comigo mesmo, no instante momento em que concluía o carregamento da munição, mirava mais uma vez, como anteriormente, fazia a mesma manobra, ocasionalmente erraria o tiro, algo com o vento que soprava fizera o erro se agravar, não deixaria minha guarda baixa, logo recarregava e fazia certo dessa vez, mirava um mais embaixo, visando acertar o corpo e não errar o alvo, um tiro no peito acertava, o choque do dardo no corpo daquele ambulante defeituoso, fazia com que o mesmo fosse jogado ao chão, ganharia um pouco mais de tempo com tal ação, continuava o seguimento, recarregava e atirava na segunda criatura, acertaria seu globo ocular, via caindo para trás, de costas ao chão, vendo tal cena, não teria certeza nenhuma, tal fato me levava a conferir, começava uma investida na direção daqueles dois monstros jogados no chão, recarregava a arma enquanto corria, passaria essa para meu braço esquerdo e então desembainhava minha wakizachi, chegando próximo via um deles tentando se levantar, e estava quase em pé, de prontidão desferia um corte na vertical, abrindo seu cranio ao meio, olhava para o outro com o dardo no olho direito e por via das duvidas, fincava um corte profundo em sua cabeça, prevenindo qualquer imfortunio em sequência, estaria com três baixa até então, me virava e deparo com tal cena.

O fogo subia aos céus, os animais um de cada lado relinchavam, e ao meio desses olhando para as chamas o homem, segurava sua arma em seu ombro, olhava para o lado e não via mais criaturas presentes, provavelmente reduzidas a pó, voltava a olhar para o homem, seria uma uma imagem impactante a minha pessoa, não pelo fato de ter conseguido acabar com os monstros, mas o fato de toda a imaginar se encaixar, seria como se estivesse na presença de um herói, um deus, assemelhava e o tempo se passava no decorrer, o homem se aproximava e dizia. - Eu ganhei a disputa[...]
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Sex Mar 09, 2018 9:45 pm

Antes que o homem pudesse especificar o pedido vocês escutam um grito bem alto vindo do centro da vila, como se alguém estivesse precisando de ajuda - Vamos - Dizia ele subindo no cavalo e indo imediatamente na direção do grito.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Sex Mar 09, 2018 10:20 pm
Olhava na direção do grito no mesmo instante, ao ver a ação do homem, corria para recolher minha claymore, guardo-a e então subo em cima do animal que seguia comigo, fazia como o homem, porém manteria-me afastado, averiguando a situação um pouco mais cautelosamente, cerca de sete metros do mesmo, em minha mão segurava a besta, essa que já se mantinha armada para o disparo.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Sab Mar 10, 2018 12:53 pm

Ao chegar ao local você se deparar com uma cena terrível. Cães devorando a mulher, dois daqueles zumbis chegando pela lateral. Todos voltam os olhos à vocês e correm na direção dos dois.
O homem atira no ombro de um dos zumbis fazendo-o andar mexendo apenas um lado do corpo, o lado direito.




═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Dom Mar 11, 2018 1:56 pm
De cima do animal observava a cena, era lamentável, presenciar aquela imagem, em volta a tudo que tinha acontecido, não tinha um sentimento que definiria o que se passava em minha cabeça, uma espécie de raiva com desgosto, o mundo não é mais o mesmo, parava por um momento, ficando a uma certa distância daquela atrocidade, levanto meu braço, encarando aqueles animais, atiraria para matar, mirando fixamente na cabeça, repetiria o processo até ver os cães mortos. Percebia pouco da ação que me rodeava, ficando a mercê do homem que acompanhava.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Seg Mar 12, 2018 10:46 am

Você era o tiro com o dardo no cão devido a inexperiência com o uso de tal arma. O cão passa correndo e pula em seu corpo, não mordendo devido a falta de reflexos devido a infecção, mas em contra-partida você é jogado ao chão e sente em seu corpo o desespero em forma de lesão toca seu corpo, por costume de uso de energia espiritual, você tenta usar seu chakra para melhorar sua movimentação mas você sente que de alguma forma ele foi totalmente drenado.

O homem finaliza o zumbi e grita - Não consigo fazer mais jutsus!!! Droga - Ele corre na direção do zumbi que acertou q o golpeia com um soco, um soco tão forte que você consegue observar a parte traseira da cabeça do zumbi sendo explodida com o impacto. Em seguida voltando a sua besta para o outro cão que não estava contigo e acertando seus olhos com os dardos.



═════════════════════════════

avatar

Status
Vida:
160/160  (160/160)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Seg Mar 12, 2018 2:51 pm
Estava jogado ao chão, aquela besta em forma de cão me atingia, me levando ao chão, uma queda e tanto, porém nada muito sério viria a acontecer, mas tudo aquilo acontecia, logo comigo, nunca fora um fã de jutsus e do chakra em si, mal os utilizava, de certa forma, e não seria diferente agora, me erguia, enquanto ouvia todo o alvoroço em minha volta, ao que parece aquele homem havia acabado com todos as demais criaturas, restando apenas esse que pairava à minha frente, o encarava enquanto jogava minha besta no chão, retirando a claymore para o combate, o analisava, naquele prévio momento, o reconhecendo como uma daquelas criaturas famintas, me preparava, fincando meu pé direito que serviria como o pé de apoio sobre o solo, deixando o pé esquerdo um pouco mais a frente, de certa forma livre, porém firme sobre o chão, deixando minha arma ereta, elevada aos céus, usaria de minha força física para efetuar um corte vertical, quando percebesse as primeiras movimentações do cachorro, esperava o animal incitar o seu ataque, para acabar com esse em um possível contra golpe.
avatar
Narrador
Narrador

Status
Vida:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Outbreak - Chris

em Qui Mar 15, 2018 5:52 pm

Tu tentava se defender da criatura, uma estratégia simples que facilmente funcionaria contra uma criatura que sequer pode pensar, o animal pula em sua direção e você o corta verticalmente, dividindo seu corpo ao meio. - Boa garoto - Dizia o homem estendendo a mão para você.

Você sente uma presença em cima de uma das casas,  um som de disparo é ouvido, um buraco na cabeça do seu companheiro é criado. Quando você volta o olhar para cima d euma das casas em chamas podia ver um vulto carregando uma arma, aos poucos as chamas presente na localidade iluminava o telhado e você conseguia ver o rosto do atirador.


A atiradora diz com uma voz fria, mas que por algum motivo atiçava seu instinto masculino ao ver aquela bela moça - Você ainda será útil um dia, sinta-se agradecido por ainda estar vivo, homem maltrapilho - Você a vê descendo da casa numa grande velocidade e desaparecendo em meio as chamas.

Os aldeões vão até o seu encontro lhe agradecendo pela ajuda, você escuta eles conversando - Para onde vamos agora que tudo está acabado? - Um dos aldeões lhe encara esperando que ao menos pudesse opinar nisso.



═════════════════════════════

Conteúdo patrocinado

Re: Outbreak - Chris

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum