Shinobi Legends
Que Horas São?


Quem está conectado
2 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Toriko

Ver toda a lista

Últimos assuntos
Asura Vs RukaOntem à(s) 12:42 pmRuka
Quest - Compras Ontem à(s) 11:32 amHanda
Gabinete do HokageQui Nov 16, 2017 1:14 amYhwach
Quest - O Caminho de BaamQua Nov 15, 2017 7:30 pmUmagon
Arredores da VilaQua Nov 15, 2017 9:58 amIzanagi
Os membros mais ativos da semana
9 Mensagens - 21%
7 Mensagens - 17%
4 Mensagens - 10%
4 Mensagens - 10%
3 Mensagens - 7%
3 Mensagens - 7%
3 Mensagens - 7%
3 Mensagens - 7%
3 Mensagens - 7%
3 Mensagens - 7%

Notas
Todos os clãs Sofreram Reworks! Se você tiver interesse, dê uma olhada no seu, alguma técnica pode ter sido modificada! XD

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Quest - Amanita

em Ter Out 31, 2017 12:35 pm


Meiko recebia seu pergaminho, mas cabia a ela seguir rumo a sua missão, ou quem sabe fazer outras coisas antes, como treinar...? Ela deixa o gabinete com o dito pergaminho em mãos, descia suas escadas e caminhava até a porta do prédio, as ruas eram escuras, mas logo o sol viria a nascer...

Caso Julgue Necessário, pode treinar durante os próximos posts aqui na Quest.



Última edição por Handa em Qui Nov 02, 2017 2:52 pm, editado 2 vez(es) (Razão : Bug Fixing)
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Ter Out 31, 2017 1:19 pm
Acredito que tudo deve ser extremamente bem pensado antes mesmo de fazer qualquer tipo de coisa, tudo o que fizer resultara em um futuro  não tão próximo, é  como as historias que leio, as historias  que deixam gravas em minha memoria o que  todo o ser humano é capaz, seja pelo bem ou seja pelo mal, meu livro que o mantinha guardado  entre minhas vestimentas, respirei  fundo .

Estava a caminho  do campo de treinamentos, minha cabeça estava  avoada eu finalmente era uma ninja, mas nada daquilo me mantinha  feliz, era  como se nada tivesse mudado  em minha  vida , era só mais um titulo, não um titulo de uma historia de romances aventura e magia, mas mais um titulo, mais como uma redação chata acadêmica, por que eu tinha virado uma ninja?? Por que tinha decidido seguir esse caminho, como não consigo lembrar de tal detalhe importante...

Minha mente estava tão confusa , realmente precisava algo para alivia-la por  enquanto, peguei meu livro  e o segurei forte e o comecei a ler ainda andando em direção  ao campo de treinamento.

"Era uma vez em um mundo distante, um gato de uma beleza estonteante, com o pelo suave e brilhante como a seda, e sábios olhos cor de esmeralda… Seu nome era Gon, o felino pertencia a um professor de música, que muito o amava, orgulhoso, acreditava que nada no mundo poderia separá-los.
Gon era bastante popular, todas as gatas do bairro se encantavam com sua beleza, faziam de tudo para lhe chamar a atenção mas, Gon não era nada fácil de agradar."  


-Gato.. - Pensei imediatamente, de relance  uma imagem de uma garotinha segurando um gato apareceu em minha cabeça, quem era  ela... Não conseguia me lembrar, com minha mente distraída nem tinha percebia que acabara de chegar  ao campo de treinamento. Adentrei no local, me parecia bem tranquilo, perfeito para me concentrar. A imagem da garota ainda batia em minha cabeça  a todo momento. Que era ela, e por que havia lembrado dela justo agora.Guardei novamente meu livro dentre minhas vestimentas... Respirei fundo  e comecei a me concentrar. A imagem da garota novamente veio em minha cabeça.

-Maldição...Quem é essa garota?? por só agora fui lembrar dela...O que esta acontecendo comigo? - No momento que pensei isso cai de joelhos no chão  colocando as mãos em minha cabeça. Algo estava errado  não conseguia me concentrar com ela , aquilo estava me marcado, é como se meu corpo quisesse que eu lembrasse dela de alguma  forma,  por que eu deveria lembrar?

O rosto da garota ainda me marcava  firmemente, ela estava la  eu podia sentir, estava em  minha cabeça, a imagem dela se repetia diversas vezes dentro de mim .... não aguentava mais... Aquilo era.. Aquilo era... Sufocante para mim...

-SAI!!! SAIA DA MINHA CABEÇA!!!! -  gritei com todas as minhas forças de olhos fechados, era  um alivio, algo tinha saído de mim. Quando abri meus olhos fiquei maravilhada...Flocos de cristais me rodeavam e caiam com delicadeza no chão. - Cristais?- pensei. As lembranças de algumas palavras  de minha avó  vieram  em minha cabeça.

"- Meiko!!! Meiko!!! - Eu pequena corria em direção a minha avó.
- Meiko.  - Ela olhou feio para mim. - Onde estava ? sabe que agora não é hora para brincar, nos temos que treinar.
-Mas vovó - eu disse a ela. - O que é isso branco que  está caindo do céu?
-Isso  se chama neve, dentro da neve existem flocos, feitos de água.
-É possível como ninja  criar neve? - Perguntei a ela esperançosa.
Ela deu uma pequena risada e respondeu.
-Talvez nos não, no mundo ninja  existem pessoas com poderes especiais  únicos, assim como nós.
-Como assim vovó? como nós? - Perguntei ainda mais interessada
-Bem, você é muito jovem para entender... Mas quem sabe algum dia  você consiga fazer flocos de neve da sua própria maneira? - ela colocou a mão em minha cabeça e a acariciou. - Flocos de cristal. "


Agora entendia as palavras  de minha avó ... Era nossa especialização...cristais...
Eu deveria me concentrar novamente , deveria colocar meu chacra  em um nível que pudesse controlá-lo bem eu não entendia muito bem  que tipo de técnica tinha usado  mas teria que refaze-la novamente . Aquilo havia acontecido comigo por alguma razão. Mantive  minha respiração fixa, sem altera-la , fechei meus olhos. Era algo dentro de mim ....me guiando  podia sentir  algo dentro de mim sabia exatamente o que fazer...

Ao fazer o selo do galo, usei a técnica, podia sentir que usei, abri meus olhos...Algo mais refinado  do que  a  agora pouco havia acontecido, os  flocos se pareciam com laminas, ela quase transparentes e lapidadas, aquilo para mim era algo maravilhoso mas não parecia  que  era a primeira vez que tinha visto este tipo de técnica....A imagem da garota voltou a assombrar minha mente...

Minha real historia  neste momento estava prestes a ser revelada em minha cabeça.

Técnica Aprendida :
Libertação do Cristal

Categoria: Hijutsu
Poder: 3
Resist: 6
Descrição:  Kekkei Genkai da Shouton é a habilidade única da liberação do Cristal, onde quem a possui pode fabricar o elemento a partir de seu chakra.

Flocos de Cristal

Categoria: Hijutsu
Dificuldade: E
Selos: Galo
Custo: 10
Poder: 1
Notas: Cada Floco tem custo único, podendo ser gerado em até 2 metros.
Descrição: O Usuário do Elemento cristal pode projetar em volta de seu corpo, pequenas formas do elemento, cristalizando em volta, ou o próprio ar, sejam lâminas cortantes ou pedras pesadas.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Ter Out 31, 2017 2:22 pm


Numa espécie de embate mental, Meiko buscava nas profundezas de sua memória, lembranças as quais a deixariam mais confiantes sobre o que fazer, sobre quem é e sobre seu clã, começava a dominar suas técnicas de Clã...

+12 Vontade



Última edição por Handa em Qui Nov 02, 2017 2:51 pm, editado 1 vez(es) (Razão : FIX)
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qua Nov 01, 2017 11:56 am
A figura daquela garota pairava sobre mim, quem era ela...Por que não me conseguia lembrar dela... Oque ela tem haver comigo?? Perguntas e mais perguntas inundavam minha cabeça juntamente com um sentimento de culpa, talvez por que a tivesse esquecido, por que aquela imagem despertaria assim minhas técnicas por que quando vejo flocos de cristais imediatamente lembro dela são pergunta que nem mesmo eu entendo , parece que cada ponto esta sendo ligado com falhas em minha cabeça.

A figura dela em assombra mais uma vez, continuar trenando desta maneira não seria bom para mim mentalmente. Eu estaria ficando louca???Acho que não...Mas por que agora... neste momento...não era momento de ficar discutindo comigo mesma ,respirei fundo para me acalmar, e aos poucos uma vontade intensa vinha de dentro de mim. Uma vontade euforia e ao mesmo tempo medo tomava conta do meu corpo, comecei a tremer, não entendia o motivo , aquilo me deixava ao mesmo tempo frustada, por que meu corpo estava reagindo desta forma, mesmo se a presença de inimigos e aos poucos esta sensação foi passando me deixando mais tranquila. Precisava parar de pensar nisto quanto antes rapidamente tirei meu livro de minhas vestimentas, sabia exatamente onde tinha parado, parecia que aquele livro falava comigo aos poucos meus olhos seguiam as palavras do livro ate onde parei...


"Porém, não muito longe da casa do músico, vivia uma senhorita que possuía uma bela gatinha nomeada Koma. Ela era uma gata rara… Koma piscava os olhos delicadamente, e comia elegantemente sua refeição, e ao terminar sempre lambia suavemente seu nariz rosa, sua senhora sorria e dizia: “Koma, minha querida Koma… o que faria sem você?”
Um dia estes dois felinos, saíram para um passeio à luz da noite. Durante sua caminhada, Gon avistou Koma, a elegante gata estava sentada com sua postura serena sob uma árvore de cerejeira em plena floração. Eles trocaram olhares e nesse pequeno momento, Gon se viu caído loucamente de amor pela bela Koma. Antes que tivesse tempo para pensar, o caprichoso Gon aproximou-se sedutoramente da gata, que também se encontrava cativa pelo bichano. "


-Koma.... - O nome ressuo na minha cabeça a imagem da garota veio imediatamente. - Koma... Komako... - Pensei eufórica. - O nome desta garota é Komako... - Mas quem era ela... Por que ela estava na minha cabeça uma certa dor invadiu meu peito e foi tomando conta do meu corpo eu não entendia, mas era tudo muito triste, o nome komako me lembrava tristeza e dor, o que teria acontecido, esta dor em meu peito está cada vez pior... Me ajoelho e começo a chorar incansavelmente, não sabia por que estava chorando , apenas estava chorando, komako...Por que choro tanto...

Algo estava errado começando com as extremidades do meu corpo...Ele estava se cristalizando aos poucos eu não consegui me mexer...apenas chorar e chorar, cada lagrima derramada cada vez mais o cristal se prolongava pelo meu corpo, era uma sensação horrível, é como se eu me sentisse presa por dentro e meu corpo estava reagindo a isso me deixando presa por fora também, meu corpo estava se transformando em cristal a cada segundo... -Meiko!!! - ouvi ao fundo - Meiko!!!!


Era uma lembrança que ecoava nos meus ouvidos minha avó estava me chamando , as imagens na minha cabeça ressoavam como agora.
"-Meiko!!! - Ela disse enquanto uma forte chuva caia sobre ela. - Você tem que me ajudar!!! Avise os moradores!!
-Sim vovó! - Corri ate uma pequena cabana ali próximo que ficava perto do rio, muita água se ajuntava, algo de errado estava acontecendo ao entrar na casa avistei uma família com três crianças - Vocês precisam sair daqui!! houve um deslizamento de terra que bloqueou o rio a água vai vir toda pra cá!! O homem chefe da família imediatamente perguntou.
-Meiko- chan, onde está a Yuru-sama ?
-Ela está no alto da colina, acho que está tentando desviar a rota da água - respondi
Ele pegou sua família e saiu da casa mas antes de sair ele gritou.
-Vou tentar chamar todos os homens da vila , vamos tirar aquelas pedras!
Logo em seguida corri imediatamente para a minha avó que ja dava para ver que estava cansada, retirando as pedras com técnicas ninjas,logo atras de mim vários homens da vila com instrumentos usados em fazendas. Assim que chegaram o homem a quem fui na casa se aproximou de minha avó e disse
- Vamos ajuda-la Yuru-Sama!
Todos os outros homens levantando suas ferramentas.
-NÃO SEJAM IDIOTAS! - minha vó gritou - Vocês não tem armas o suficiente para tirar essas pedras, e se vocês caírem ?? elas estão escorregadias, a correnteza da água esta muito forte, certamente vocês morrem a e deixaram suas famílias!
-Mas Yuru-sama!! - o Morador tentou responder.
-SEM MAIS! - minha avó se virou pra mim. - Meiko está é a lição mais preciosa que vou te passar, então preste atenção! Todos este homem depende de mim, por que nasci com um dom especial, eles precisam de mim por que sou mais forte, Algumas pessoas nascem mais fortes para poder proteger os mais fracos, você está entendendo Meiko?? Se eu não fazer nada agora toa a vila perecera debaixo das águas por que o rio mudou seu trajeto, e eles não podem fazer anda, mas eu posso e vou proteger a vida deles!!
Fiquei olhando maravilhada para minha avó neste momento.
-Meiko proteja eles! - Ela disse.
-Sim - respondi no mesmo momento .
Os levei para trás e pude ver minha avó concentrando o chacra dela , era um chacra extremamente poderoso, muito maior que o meu, nunca tinha visto minha avó daquela maneira, sua mão começou a se tornar cristal , mas ela ainda sim podia se mexer livremente.
-MEIKO!! - ela gritou mesmo estando de longe. - Se você está vendo isso Meiko...Saiba que você é capaz de muito mais!! Eu estarei sempre com você! - Ela socou a pilha de rochas que estava bloqueando o rio e em um estante todas elas se quebraram. pude ver o rosto de minha vó e ela disse baixo que pude olhar seus lábios se mexerem dizem "Adeus" neste momento toda a água que o deslizamento retinha atingi o minha avó com todas as forças.
Meu corpo não se conteve o primeiro impulso foi salvar minha vó indo até lá, porem todos os moradores me seguraram , não continha o choro, como pude perder minha avó tão facilmente, aquilo certamente era minha culpa, por eu ser fraca, eu não consegui salvar minha avó"


No dia em que minha avó morreu... rela usou algo parecido do que estava cobrindo meu corpo, a culpa do cristal estava dominando meu corpo, aquele cristal estava me cobrando o que minha avó tinha imposto a mim, é por isso que descido me tornar uma ninja, é por causa dela, proteger as pessoas, sabia que não era só por aquilo mas por que essa lembrança veio juntamente coma a imagem de Komako? Não havia tempo para entender o cristal ja havia tomado conta de oitenta porcento de meu corpo, neste momento parei de chorar, concentrei totalmente meu chacra, mesmo com a imagem de komako em minha cabeça mantive meu foco firme . Consegui me mexer mesmo com o cristal me consumindo, e com uma rajada de chacra interna, o cristal se quebrou em polímeros, respirei mais aliviadamente, sabia que aquilo era uma mensagem de minha avó, que deveria aprender aquela técnica.

A frente de mim respirava fundo , mantinha o foco e controle de chacra intactos, e novamente já sabia o que fazer e como fazer, tinha visto minha avó o fazendo , não podia deixar que a morte dela fosse em vão concentrei todo o chacra necessário para realizar a técnica com a maior perfeição possível e pensei comigo mesmas. - Vovó, esta técnica é por você! - E assim suando os selos da cabra e do cavalo , minhas duas mão se cristalizavam., e podia me mechar naturalmente com elas por fora de mim., essa era certamente a técnica que minha vó usara, um pouco mais fraca, mas certamente era a mesma técnica - Obrigada vovó. Você me ajudou... - No momento que penso isso uma lembrava veio em minha cabeça.

"Parabéns, princesa Meiko - Komako sorria ao dizer isso "

Neste momento o jutsu foi desfeito e uma forte dor de cabeça veio até mim, quem era komako?? por que ela me chamou de princesa? Por que lembrava disso só agora...


Tecnica Aprendida:
Pele Cristalina

Categoria: Hijutsu
Dificuldade: D
Selos: Cabra, Cavalo
Custo: 25
Poder: 2
Notas: Resiste quatro impactos, absorvendo dano igual a seu poder máximo.
Descrição: Utilizando do Chakra de Cristal, o usuário pode revestir alguma parte de seu corpo com o elemento formando uma armadura muito resistente capaz de aguentar impactos e reduzir danos.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qua Nov 01, 2017 1:27 pm


Uma vez mais lembranças a forçavam para evoluir, desenvolvendo a si própria e suas técnicas antes de sua jornada...

+15 Vontade, +11 Inteligência



Última edição por Handa em Qui Nov 02, 2017 2:49 pm, editado 1 vez(es) (Razão : FIX)
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 1:57 pm
Deitada no chão é um pouco desgastada podia sentir uma lembrança.

"Vovó - Eu mais nova se aproximava  coma a minha vó com um botão de flor arrancado. - Vovó o que é isso?
Minha avó olhou para mim no mesmo instante e com um sorriso me disse. - É um botão Meiko, um botão de flor.
-Mas por que eles aparecem agora? - indaguei minha avó  - Por que não aprecem  quando cai aquela coisa branca do céu?
Minha avó riu.
-Meiko...no mundo existe tempo para tudo , está flor só pode nascer por causa da umidade que a neve derretida proporcionou na terra. A flor precisava  da neve para crescer forte, sema  fria e dura neve a flor jamais cresceria e se tronaria um botão, os  botoes ainda vão crescer e se tornar lindas flores.
-Está aqui também vovó.
Seu semblante mudou...
-Talvez está não Meiko, existem alguma flores que apesar de passarem pela neve, algo no destino não as deixa florescer e se tornarem mais forte, como o que você fez Meiko.
-O que eu fiz??
-Bem a  flor precisa de raízes para crescer , quando ela não está forte o suficiente  e você a tira dessas raízes, ela não ira crescer mais.
-Me desculpe vovó...
-Não, não  tudo bem, você não sabia Meiko, você não tem culpa de nada..."


Me vi chorando imediatamente ao final desta lembrança, me levantei , talvez algo que me fizesse me sentir melhor  seria ler uma parte do meu livro, o  peguei em minhas mãos , o folhei rapidamente , senti suas paginas um pouco ásperas, mas logo achei a pagina a qual estava procurando. A historia continuava.

"Passado um tempo juntos, disse Gon: “Venha comigo, vamos viver juntos!”, mas Koma baixou a cabeça, temendo as dificuldades em seu caminho. Respondeu: “Minha patroa me ama, eu nunca poderia deixá-la!”
Os dois, por não serem aceitos juntos por seus donos, se separaram. Alguns meses se passaram, o sentimento que Gon e Koma nutriam um pelo outro crescia cada vez mais. Os felinos, então incapazes de omitir o amor que sentiam, se encontraram novamente debaixo da cerejeira onde se conheceram. Determinados a ficarem juntos, decidiram partir, aventurando-se em um mundo desconhecido.  "


"Eu trouxe um servo para você, princesa Meiko - Komako  apresentava um gatinho para mim."

A imagem de komako novamente em minha mente  se alastrava aos poucos  as lembranças aprece que não cessavam.

"Meiko!! - Komako se aproximava vagarosamente. - O que é isso.
-Oh komako!! - Peguei o livro que estava lendo  - Olha esse livro que ganhei da mamãe!
- C-on-to d-e F-a-das - Komako tentou soletrar - Oh  Meiko, isso é muito legal do que fala esse livro.
-Fala sobre  princesas, príncipes e coisas magicas - Respondi ela  colocando o livro em meu peito  quase eufórica.
-Que legal!!! - Komako sorriu para mim. - Eu quero ser uma princesa!!
Me recolhi com o livro .
-Bem você não pode ser uma princesa...
-Porque? - Perguntou Komako
-Por que ... Por que....Por que...Por que  eu ja  sou uma princesa  - Comecei a rir sem graça - E só pode ter uma princesa.
-Oh que legal Meiko!! - Komako colocou as duas mãos no rosto. - O que eu posso ser? Posso ser um príncipe então??
-Impossível - Respondi a ela. -  Principes  são homens forte e  altos que... que... que... - Tentava me lembrar da função de um príncipe e por isso inventei.  -Que arrumam servos para a princesa.
- Mais legal ainda, quando eu crescer eu vou me tornar um homem alto e forte para poder  ser um príncipe!
-Mas você é menina Komako. - Respondi para ela não entendendo.
-Não importa, se eu acreditar de verdade  vou me tornar um homem para se tornar um príncipe da princesa Meiko!
Folhei o livro o mais rápido que podia e tentei achar uma brecha para desagradar Komako.
-Aqui, aqui está! - Mostrei o livro pra ela. - O príncipe também tem que sempre proteger a princesa, eu sou eu sempre que te protejo Komako, e por isso...Por isso...Por isso... Você não pode ser um príncipe.
- Sim você tem razão  princesa Meiko. - Komako  deu um grande sorriso . - Então eu prometo a partir de hoje proteger a princesa Meiko! Dai assim posso ser um príncipe né???  
Fiquei sem palavras para responder a Komako neste momento.
-Você ainda não pode... Por que... Por que... Por que... Você não me trouxe nenhum servo até agora, e como é dever de um príncipe trazer servos, você não esta qualificada.
O sorriso de Komako desapareceu no mesmo momento.
-Entendo... Me desculpe princesa Meiko.
-Isso mesmo  você não pode ser meu príncipe.
Komako saiu pela porta do meu quarto cabisbaixa e durante uma hora não vi ela. Durante este tempo  continuei a ler o livro que acabei de ganhar até que ouço do corredor.
-Princesa Meiko!!!! Preincesa Meiko!!! - Komako se aproximava  correndo rapidamente. - Eu consegui !!! Eu consegui!!
Me levantei  da cama estranhando a situação toda. Komako entra no meu quarto com um gato em seus braços, ela se aproxima de mim com o gato em seus braços e diz.
- Eu trouxe um servo para você, princesa Meiko - Komako  apresentava um gatinho para mim.
Fiquei tão  envergonhada no momento  não tinha mais desculpas para dar pra Komako, o que me restava agora era apenas  aceitar, pois Komako não ia desistir tão facilmente. Coloquei a mão em meus braço  esquerdo e o apertei e ainda envergonhada sem olhar nos olhos de Komako.
-Tá...Você...Pode ser... Meu principe...
Komako  saltou de  alegria no momento , que até mesmo o gato se assustou e saiu correndo de meu quarto.
-O servo, o servo está  fugindo. - Disse para komako  apontando para o gato saindo do meu quarto.
-Eu vou pega-lo!!! Meiko - Anesan."


Voltei a mim no momento...Komako era minha irmã mais nova?? Como e por que  tinha me esquecido dela???Como pude esquecer algo tão importante de minha vida.

"Princesa Meiko... "

Tive a imagem da Komako toda ensaguentada de pé na minha frente, minha casa estava em chamas, o que estava acontecendo...e em um momento, minha mãos estavam se movendo sozinhas, de primeiro os símbolos do Cachorro, logo apos o simbolo da cobra e assim por final o simbolo do  galo, meu chacra emanava sozinho e uma parede de cristal era feita em minha volta, quase como uma barreira eu não entendia o por que aquilo tinha  acontecido , eu já  havia visto isso em algum lugar...Tente se lembrar...Tente se lembrar...Tente se lembrar...

[font=Times New Roman]"Minha casa estava  em chamas...
-Komako!!!Cof cof .. . - Respirava aquela fumaça. - Mamãe!!!! cof cof...
Sai do meu  quarto, os estragos eram bem piores, parecia que toda a vila que nos morávamos estava pegando fogo e continuei gritando  colocando  a manga de minha roupa no meu nariz pra evitar um pouco a fumaça.
-Komako!!!Cof cof... - A fumaça aumentava. - Mamãe!!! - Cof Cof...
E ao longe posso  ouvir!
-Meiko!!!Meiko!!!!! - Era a voz da Komako
Corri até onde a voz parecia estar vindo , era de fora de casa  procurei  exatamente de onde estava. havia uma pilha de escombros  olhei melhor para a pilha, Komako estava debaixo dela ferida.
-Komako!!! Komako!!! - corri até ela e ja comecei a tirar os escombros que podia. - Komako, eu irei te tirar dai, eu prometo para você, Aguente  firme Komako!!! Aguente firme!!!
-Meiko...Atras... de você...
Uma sombra atras de mim tentava me atacar, mas por conta do avis de komako consegui me desviar mas cai para o lado direito, a sombra me atacou   novamente me jogando para longe de komako, a queda me deixou muito ferida.
-Meiko!!! - gritou  Komako debaixo dos escombros
-Komako!!!! - Respondia o seu grito.
A sombra se aproximou cada vez mais de mim e estava com uma arma, eu senti que ela ia  me matar, era claro , aquela sombra era o meu fim  naquele momento...Mas ouvi  um barulho estrondoso  e  pude sentir a arma perfurar meu braço... a sombra olhou para trás... komako  havia se libertado  dos escombros, estava toda ensanguentada.
-Princesa Meiko!!! - Komako estava   com ódio - Eu prometi proteger a princesa Meiko...Por que eu  sou o príncipe dela.... E o príncipe tem que proteger a princesa!!!
-Komako.... - Comecei a chorar instantaneamente.  - Saia dai  Komako  é  perigoso!!!
A sombra correu para  um ataque furtivo a Komako, mas ela criou um cristal enorme e o  jogou a sombra para longe ela  usou os símbolos dos cachorro, cobra e galo.
- Eu vou  proteger você Meiko!!! Por que  eu prometi para você!!! por que eu sou seu príncipe lembra???
- Komako!!!!  -  Gritei o mais alto que pude. Neste momento uma parede de cristais  crescia em volta de mim. "


Aquilo tinha acontecido comigo, Komako havia me protegido... Eu estava viva por causa dela, unica e exclusivamente por causa dela novamente por conta de minha franquense as pessoas se machucaram, me sentia envergonhada, por ter uma irma tão excepcional, a vergonha percorria o meu corpo,aquilo  tinha me esgotado, a parede de cristal  ao meu redor se desfez eu apenas  cai em prantos novamente...

Tecnica Aprendida:
Barreira de Cristal

Categoria: Hijutsu
Dificuldade: C
Selos: Cachorro, Cobra, Galo
Custo: 75
Poder: 7
Descrição: Ativando o elemento cristal o usuário pode materializar barreiras, muros, ou qualquer semelhante, feito de cristal, cobrindo até dois metros de raio em volta de si, o muro tem seu poder aplicado diretamente no dano do que estaria a defender.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 2:20 pm


Com mais memórias mais habilidades surgiam, era incrível como ela conseguia lotar o terreno a frente do Gabinete do Hokage com formas de cristal!

+11 Vontade, +7 Inteligência

avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 4:34 pm
"Durante todo o dia eles marcharam bravamente através da luz do sol, até que haviam deixado suas casas muito atrás de si. O sol começou a baixar e, ao fim da tarde, eles descobriram um imenso parque verde.
Os pequenos aventureiros estavam cansados da longa viagem. Já meio arrependidos de sua fuga, sentiam pesar seu pequeno coração por seus donos abandonados. Exaustos, pararam para descansar, acomodando-se sobre o gramado verde embaixo da sombra de uma enorme árvore. O jovem casal repousava mansamente quando, de repente, um ogro apareceu em sua frente na forma de um grande cachorro!
O cão se colocou ferozmente contra eles, mostrando todos os dentes, Koma gritou e, apavorada, subiu na árvore. Gon corajosamente se manteve firme, e arqueou as costas preparando-se para a batalha, pois sentia os olhos atentos de Koma sobre ele, dando-lhe força para que não fugisse da luta.
De seu poleiro na árvore alta, Koma observava tudo, e gritava com toda sua força, na esperança de que alguém iria ouvi-la e vir em sua ajuda. Felizmente, um servo da princesa, a quem o parque pertencia, estava passando por perto e espantou o cão feroz para longe, pegou então o trêmulo Gon em seus braços, e levou-o para sua senhora."

Foi o pouco que consegui ler da historia para espraiar minha mente de minhas lembranças, lembranças que recuperei de meu passado, mas por que tinha esquecido todas elas, o que tinha acontecido comigo? So tenho lembranças  de minha avó e o que ela contava para mim, agora  com tudo a tona  meu passado é realmente um mistério sem fim. Apenas mais e mais perguntas vasculhavam minha cabeça. Minha leitura não havia adiantado de nada.

Onde estaria Komako agora?? será que ela havia morrido?? Quem é minha mãe e  como fui parar na casa de minha avó, agora tudo estava uma confusão, tudo doía tanto dentro de mim, é  como se tivesse uma ferida enorme dentro de mim que não parava de sangra, ela ja existia , mas parece que se abriu novamente. tudo estava tão vermelho...


"vovó... - Perguntei a minha minha avó enquanto ela estava  regando as flores do jardim - O que aconteceu coma minha família.
Ela congelou por alguns segundos  e respirou  e deixou de regar as flores.
-Meiko...Eu estou sendo ruim para você?
-Claro que não vovó - Respondi. - Mas é que vejo sempre as outras crianças brincando com suas mães e pais... e eu... não consigo me lembrar deles.
-Meiko...  -vovó olhou para o céu. -Olhe para o céu.
olhei para cima imediatamente e  um grupo de aves estava passando em conjunto.
-Está vendo aquelas aves? elas vem para cá todo o verão, e vão  embora antes do inverno.
-Elas estão vindo ou estão voltando?
-Não importa exatamente Meiko...Independete do que acontece Meiko, eles sempre voltam  para o seu lugar de origem no seu tempo certo.
-Você está querendo dizer que vou voltar algum dia para onde  minha mãe e meu papai estão vovó?
Ela riu.
-Estou querendo  dizer que algum dai inevitavelmente  você saberá de onde  veio...Mas enquanto estiver comigo...Eu sempre cuidarei de você...
Abracei minha vó logo  apos isso e decidi ajuda-la a regar as flores do jardim."


a lembrança penetrava em  minha cabeça e me acalmava, aos poucos em sentia segura a lembrar, a sentir  Komako  como nunca senti antes, a saber onde ela está, de aceitar o amor que komako teve por mim, protegendo a mim ao invés dela.Ela foi uma real  Heroína, algo que eu deveria ser desde o principio, eu sempre quis ser a protegida , não a  pessoa que salva,  eu não poderia ser mais uma princesa....Eu tenho que me tornar um príncipe.

Soquei a arvore que estava a minha frente e respirei fundo  as lembranças finais que tinha de Komako  estavam voltando aos poucos...


"Eu chorava chorava  muito, estava envolta  pela parede cristal criada por komako, eu só pensava  o quanto era burra por permitir que minha irmã mais nova lutasse  no meu lugar Komako não deveria sofrer não  por causa  de mim , eu me sentia inútil, eu não devia ter permitido que Komako se tornasse meu príncipe, aquele que deveria me proteger... foi por causa disso que estávamos nessa situação.
Aos poucos  a barreira de cristal formada ao meu redor  desaparecia lentamente  e  assim vagarosamente podia ver  que o campo de batalha  ao redor  crescia vários cristais. E  muito das sombras que  nos atacaram estavam presas dentro destes cristais. Assim que  barreira  ao emu redor sumiu comecei  a procurar Komako.

-Komako!!!!! - Gritei até não ter mais folego. - Komako!!!!

ao longe avistei  komako... o corpo dela estava  bem machucado e parcialmente coberto  por cristal. Corri até ela gritando.

-Komako!! Komako!!! - Cheguei perto dela e verifiquei se estava bem.Ela lentamente abriu os olhos.
-Mei...ko, ainda bem... você está bem. - Ela tossiu sangue. - Eu... - Tossiu novamente. - Eu protegi você não foi?? Eu me tornei forte...Eu sou seu príncipe afinal.
-Sim Komako, você me protegeu, mas eu vou te proteger agora eu prometo. - O cristal que cobria o corpo de  Komako Cresceu tomando mais parte do corpo dela. - Komako !! - Gritei assutada.
-Mei...ko... eu acho... que não vamos mais poder brincar de príncipe e princesa de novo. - Ela  tossiu sangue novamente.
-Não diga isso  -  minhas lagrimas escorriam pelo meu rosto -  Nos vamos brincar novamente Komako eu prometo, eu deixo você ser a princesa o que você quiser... - O cristal consumiu mais um pouco  do corpo dela.
-Tudo bem Meiko...Eu amo você...Você me deixou te proteger...Proteger algo que você ama, é algo  que tive orgulho de fazer . - ela tossiu dessa evez soltou uma grande quantidade sangue. - Meiko...Eu sei serei seu príncipe para sempre, eu sempre vou te proteger, sempre sempre...
-Komako....Por favro não  me deixe...Komako!!! - O cristal começou a tomar conta por completo  dela.
-Adeus...Princesa...Meiko... - O cristal tomou conta por completo de Komako.
-Não !!!!!! Komako!!!!komako!!!!Komako!!!!! - Eu chorava  tentando quebrar o cristal. - Eu preciso de você  Komako!!!! Eu preciso de você de novo!!!! Eu preciso ser protegida!!! Eu preciso de você perto de mim !!!! Komako!!!!
Eu chorava  soluçando, eu não podia ter perdido ela, não agora, Komako era a luz  da minha vida e tinha perdido ela em segundos, Komako era, especial para mi, seu sorriso me cativava sempre, nos vivíamos uma para  outra, ela se foi tão rapidamente, eu não pude se quer dar um adeus  completo, eu não pude dizer que amava. Komako!!Komako!!Komako!!

-Por que está chorando?? Meiko??Será que não te ensinei o que é ser forte???
uma voz ecou atras de mim, era uma voz  familiar, a voz me dava medo e tranquilidade ao mesmo tempo, em menos   de um segundo um golpe fi deferido a mim e cai desmaiada no chão."


Quem era aquela pessoa,  por que tinha me sentido daquele jeito, eu ja sabia quem era?? ela sabia meu nome...Parece que minhas memorias estão voltando a mim fragmentadas, por mais que  a lembrança de agora fosse triste, eu superei meu choro komako morreu como uma Heroina, ela me salvou e provavelmente salvou outras pessoas da aldeia. Aquela técnica que ela tinha usado era  tão forte , e ao mesmo tempo  uma técnica tão ligada a mim , o poder estava fluindo...Komako  não vou deixar que tenha morrido em vão, eu prometo que não serei mais uma princesa, eu serei o príncipe de outras pessoas eu irei  protege-las a todo custo como você fez comigo.

Cavalo...Galo...Trigre, apontei para a arvore que tinha socado  - Shouton!!! Cristalizar!!! - Uma forte rajada da Técnica foi lançada a minha frente, tudo o que tinha feito era por Komako, tudo pelo que havia lutado era por Komako, eu estou vivendo por  causa da Komako...Obrigado Komako...

Fui seguir meu caminho a partir de agora, guardei meu livro de conto de fadas em minhas vestimentas levantei meu rosto para o céu, e la estavam os pássaros, seguindo para o norte... Voltando para seu destino... Assim como eu estava. Portanto decidi abrir o pergaminho   


Tecnica Aprendida:
Cristalizar

Categoria: Hijutsu
Dificuldade: B
Selos: Cavalo, Galo, Tigre
Custo: 50
Poder: 5
Notas: 5M/s, Sua área de efeito é de cinco metros.
Descrição: O usuário tem sua área segura de materialização, onde tal pode com o toque, gerar um rastro de efeito onde projeções de cristais podem ser realizadas, uma a partir da outra, atingindo até mesmo corpos adjacentes os cristalizando externa e internamente.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 7:58 pm


Meiko finalmente termina sua cessão de treinos e logo, resolve abrir seu pergaminho, afinal ela não pode ler ele sem estar aberto, seria fisicamente impossível, por exceto luz negra, pois aí teria como.

(+14 Inteligência)

Missão: Planta Viva
Dificuldade: E
Objetivo: Desvendar Mistério?
Recompensa: 25 Ryous
Descrição: O Velho Chinjao dono de uma marcenaria que mora na quarta rua ao lado da academia tem um enorme jardim com plantações, árvores e até arbustos, porém ele diz que uma planta em seu jardim está viva...?
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 9:14 pm
Estava inspirada para começar a nova missão, as memorias de Komako me deram forças a continuar em frente.Este Sr.Chinjao com toda a certeza precisava de ajuda eu tenho o dever de ajuda-lo Komako deixou essa missão para mim, proteger as pessoas era essencial. Ainda ia demorar um pouco para chegar a casa do senhor que solicitou a missão, por tudo o que aconteceu ainda queria terminar a historia que havia começado a ler.

Peguei meu livro em meio minhas vestimentas, aquele livro se tornou muito mais do que podia imaginar, ele se tornou uma lembraça de Komako, aquele livro que segurava em mão era a o dever que Komako deixou para realizar, ao abrir suas paginas pude sentir o cheiro das paginas velhas do livro, o que para mim era muito bom, abri exatamente na parte que estava procurando o conto dos dois gatos.

"A pequena Koma foi deixada sozinha e, em cima do galho, deitou a cabeça caindo em prantos ao ver Gon sendo levado para longe, sem saber o que fazer.

A princesa adorou seu novo gatinho, ficou encantada com sua beleza e pelos generosos. Mas o carinho da jovem não consolava o pobre Gon. Mas o que ele poderia fazer? Não adiantava lutar contra o destino, pensou, lembrando-se da pequena koma sozinha. Ele só poderia sentar e esperar, até achar uma forma de fugir das imediações do Palácio.

A princesa era bondosa e gentil, todo mundo a amava, e teria levado uma vida mais feliz, se não fosse por uma serpente que constantemente perturbava seu sossego aparecendo em seus jardins. Seus servos tinham ordens para vigiá-la dia e noite, protegendo-a da cobra. Mas, certo dia, em um descuido, a serpente muito astuta, deslizou por eles adentrando o castelo."

Quando menos percebi ja estava a frente da casa do sr.Chinjao , segundo o informado na missão era neste lugar, guardei meu livro em minhas vestimentas e fui me aproximando da residencia do senhor. Mantive minha postura, estava um pouco nervosa pois não consigo conversar muito com estranho. Ao bater a porta inumeras coisas passaram em minha cabeça, uma armadilha para uma ninja, por que criaria uma historia tão fantasiosa, tinha que manter a calma.

Uma senhora atende a porta da residencia e diz:

- O que deseja?

Sem falar mostro o pergaminho que foi me dado pelo Hokage/Rei, a reação senhora foi um pouco peculiar. Ela frixou o anuncio por algum tempo. E respondeu :

- Entre por favor... - Ela abriu a porta e me convidou para entrar.
Ao entrar pude notar que é uma casa bem humilde, logo que entrei ela fechou a porta e continuou.

- Meu marido solicitou a missão, ele está trabalhando na mercearia agora portanto eu vou recebe-la - ela se dirigiu a cozinha - sente-se querida - enquanto se dirigia me apontou uma poltrona onde deduzi que seria a sala de estar.

Me sentei, a poltrona era um pouco desconfortavel, talvez pelo tempo de existencia dela, pois me parecia muito antiga. Ela rangia e fazia barulhos um pouco constrangedores, a senhora voltou da cozinha com duas xicaras imaginei que seriam xicaras de cha.

- Aqui querida, um cha de ervas.

Aceitei mas não tomei, fiquei esperando ela sentar para que pudesse explicar melhor a situação.

- Eu não acredito em espiritos, você acredita? - Neguei com minha cabeça - So que existe algo em nossa plantação, não sei exatamente o que é. Não me atrevi a ir atè la, mas meu marido diz que ela esta viva, você acredita nisso?

Respirei fundo e neguei com a cabeça, ela não esta me passando muitas informaçoes uteis, aquilo me deixaria um pouco preocupada, muitas informaçoes vagas , aquilo me deixava insegura, aquela casa me deixava insegura como se algo quizesse se apoderar dela. E não saber o que me trazia essa senssação me deixa inquieta.

- Você quer ir ver? - perguntou a senhora e eu consenti com a cabeça. - Eu não irei com você, pois tenho medo, siga o que digo, assim que sair pela plantação você seguira até o final da plantação de aboboras, passe ao lado dos aburtos com uma coloração dourada. Lá está o que você esta procurando.

Me levantei da poltrona e agradeci com uma reverencia, me dirigi para a plantação, era realmente grande mas achei o segmento de plantação de aboboras, segui adiante existia muitos insetos no local, e não notei nada podre ou muito anormal.Ao virar vejo os arbustos dourados que a senhora havia falado. Mas a senssação qie sentia não era de ameaça como estava sentindo na casa, o que extamente estava acontecendo mantive minhas mão em formatos de selos , procurando entender o problema passado.

avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 9:30 pm


Na verdade não havia senhora alguma, afinal o velho Chinjao não era casado, e ela já estava esperando na varanda de sua casa, atrás de um cercado, pois em tal terreno haviam dois, um a fora da área e um outro improvisado em volta da casa, ele parecia observar constantemente o local, logo, não te nota... O portão também parecia estar fechado... (Não precisa fazer posts tão longos XD tente seguir o ritmo!)

avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 9:43 pm
(Off: nossa adm assim vc me desanima)

Observo o senhor Chinjao de longe que esta sentado na varanda de sua casa, observo que a casa é cercado, minha comunicação com aquele senhor seria impossivel, logo pensei quando o vi de longe que parecia ser o tolo da vila, alguem que não devia entender muito, portanto descido pular a cerca (off nem vem falando que tem arame farpado) pois como ainda não havia me notado em frente a sua propriedade chegar causando um alvoroço não seria a melhor solução. Utilizo minha habilidades ninja para um movimento mais agil e rapido para pular a cerca. Logo depois me aproximo lentamente do senhor chinjao, sem demonstar hostilidade. E assim que fico a frente dele me revencio com respeito e mostro o pergaminho a ele
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 10:31 pm


(As narrações fluem melhor assim XP, vou tentar ser mais detalhista para te dar algo para analisar!)

O jardim possuía cerca de oito metros, havia uma pequena trilha de terra no centro dele, a mesma rodeava a casa e guiava-se por toda a extremidade dos jardins, formando uma espécie de cruz de trilhas ao redor da casa, nas extremidades externas haviam flores, logo em seguida arbustos, depois árvores, poucas, porém, pelo tamanho do jardim, ocupavam um bom espaço, por ultimo existia uma espécie de orta, desde tomates a cenouras!

Vendo-te pular a cerca ele erguia algo parecido com um tridente... -Quem vem lá?- Grita te encarando, mas logo ao ver o pergaminho abaixa a arma e respira aliviado... -Mas tem uma peste por aqui! Ocê vai caçar ela? Magra desse jeito?- Comentava enquanto lhe observava de pés a cabeça...
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 10:46 pm
- Magra eu??  - penso  com uma tendencia de me irritar com o tolo da  vila, mas me foco no que realmente interessa  aceno com um sim com a cabeça.


Começo a observar o campo, tudo me parece tranquilo naquele lugar, nada de anormal  parecia estar acontecendo, obviamente todas as plantas são seres vivos e respiram,porem  o que o tolo da vila quis dizer é... Ela se movimentou ou falou ou agiu estranho, como se fosse um ser vivo com intelecto inferior ou superior.Pego o pergaminho e me aproximo  do tolo da vila, aproximo o pergaminho dos olhos do senhor e aponto  para a palavra "planta viva" e espero  o senhor  responder para saber onde devo começar a minha analise do local.  
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 11:33 pm


A garota tinha uma maneira curiosa de agir, diferente de quaisquer ninjas que sempre perguntavam de maneira complexa o que queriam, com apenas duas palavras lidas no pergaminho ela deixava claro o que queria saber, palavras que despertam uma feição irritada do senhor...

-Tem uma coisa, tá comendo meus tomate! Outro dia desses eu vi essa praga correndo por ai, tinha cabeça de planta, mas com braços e pernas! Eu sei que ele tá por ai, todo dia some um tomate!- Se justifica o velho encarando o jardim uma vez mais, enquanto o sol iluminava a plantação no amanhecer....
avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Qui Nov 02, 2017 11:52 pm
Entendi perfeitamente, não era algo que  tinha que me preocupar, agradeci o senhor com uma reverencia e parti para o local onde estavam os tomates, ou seja a horta.
Eu precisava pega-lo de surpreso , por que se me vise certamente  fugiria, ele não era uma criatura maligna, só estava com fome.Pelo que tinha notado algumas poucas arvores ficavam perto da horta, teria que me esconder atras delas e esperar para que  a tal "planta viva" apareça para comer  os "tomates preciosos" do senhor tolo da vila.
Logo atras da arvore, observando a horta mais especificamente  onde existem tomates plantados, fico em posição de selos de mãos , para realizar o jutsu, barreira de cristal, mas moldando os cristais para que se pareçam com uma jaula ao redor  do animal ,pois não podia perder tempo, meu foco e atenção estavam totalmente ligados a está "área anormal".
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 1:03 pm

Meiko se esconde atrás de uma árvore, observando pacientemente o local dos tomates, o tempo passava e nada acontecia, o velho parecia fazer o mesmo... Alguns segundos de silêncio e logo a garota sentia um frio em sua orelha, seguido da sensação de algo úmido a lamber sua orelha...?

avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 1:18 pm
-Tolo tarado maldito! - Penso com raiva, já ira deduzir por que seria algum tipo de assedio, ainda sentido a "linguada" em minha orelha, como já estava preparada utilizo a técnica barreira de cristal, o moldando para o formato de uma jaula, com espaçamentos entra os cristais  muito pequeno, e uma jaula mais ou menos do tamanho do tolo da vila , por que mesmo que seja a criatura, ela não consiga  sair e se for o tolo da vila, que ele pague pelo pecado que cometeu.

técnica utilizada:
[size=16][u]Barreira de Cristal[/u][/size]
[img]https://i.imgur.com/taTlLgd.jpg[/img]
[b]Categoria:[/b] Hijutsu
[b]Dificuldade:[/b] C
[b]Selos:[/b] Cachorro, Cobra, Galo
[b]Custo:[/b] 75
[b]Poder:[/b] 7
[b]Descrição:[/b] Ativando o elemento cristal o usuário pode materializar barreiras, muros, ou qualquer semelhante, feito de cristal, cobrindo até dois metros de raio em volta de si, o muro tem seu poder aplicado diretamente no dano do que estaria a defender.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://shinobi-densetsu.forumeiros.com

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 2:47 pm

Com o tempo de realizar seus selos a garota criava uma jaula que contornaria a arvore inteira, porém, ao se virar não havia ninguém ali, ao menos, não dentro da jaula, já o velho, ainda a observava estranhando sua ação, pois o mesmo, estava há quase oito metros dali...

A jaula contornaria metade da árvore e do local onde estaria, não havia tempo para sair de dentro dela, quem quer que fosse...?

avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 3:29 pm
Ao olhar para trás e não encontrar ninguém... Me deixou um pouco decepcionada, existia três possibilidades, a primeira, o suposto animal, é extremamente rápido... portanto conseguiu fugir da jaula antes que se fecha-se  a segunda possibilidade  é que o suporto animal-planta  tenha características únicas como camuflagem o que é normal para animais como ele que te   que viver camuflado já que ele não parece ser um predador. a terceira alternativa é que aquele velho tolo tem algum tipo de poder de teletransporte e saiu da minha jaula com isso.... Maldito velho tolo... Mas pensando racionalmente meu primeiro ponto a averiguar é a minha segunda alternativa se o animal planta consegue se camuflar ele com toda a certeza ainda está na jaula, portanto  faço selos de mãos e utilizo a técnica flocos de cristal, mas não os deixo  em um formato afiado, mais  como um pedregulho por assim dizer. faço quatro destes pedregulhos, os faço descer de cima para  baixo em um ponto central  fazendo assim  no meio que se choquem e que vasculhes por completo a área da jaula, presto atenção  em ruídos barulhos, e sons e onde as pedras que recocheteiam batem. aguardo  minhas deduções para dar o próximo passo.       

técnica utilizada:
[size=16][u]Flocos de Cristal[/u][/size]
[img]https://i.imgur.com/qb1sxp4.png[/img]
[b]Categoria:[/b] Hijutsu
[b]Dificuldade:[/b] E
[b]Selos:[/b] Galo
[b]Custo:[/b] 10
[b]Poder:[/b] 1
[b]Notas:[/b] Cada Floco tem custo único, podendo ser gerado em até 2 metros.
[b]Descrição:[/b] O Usuário do Elemento cristal pode projetar em volta de seu corpo, pequenas formas do elemento, cristalizando em volta, ou o próprio ar, sejam lâminas cortantes ou pedras pesadas.  
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 7:30 pm

Meru meru mei....Meru meru
Meru meru mei, Meru meru, Meru meru Mei...
Meru meru mei...
Spoiler:

Criou uma habilidade com seu cristal,mas a criatura era ainda mais rápida e se afasta mais oito metros ,ficando dezesseis metros afastado de ti,agora ele se mostrou e sabias qual era a sua localização,era a hora de pega-lo de uma vez !!!

avatar
Genin
Genin

Status
Vida:
80/80  (80/80)
Chakra:
240/240  (240/240)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Sex Nov 03, 2017 10:12 pm
Pensei rapidamente...Minha técnica de aprisionamento só chega a 5 metro de distancia, segundo meus cálculos o bicho estava a 16 ou 17 metros de mim , tinha que faze-lo chegar mais perto ou me aproximar sem problemas, afinal ele estava com medo, andei até a plantação de tomate do Sr.Tolo da vila. pego aproximadamente  4 tomates, e os levo  gentilmente e sem demostrar hostilidade para o "animal-planta", ando vagarosamente para não assusta-lo, preciso que el se aproxime de mim pleo menos um metro de distancia, mesmo ele sendo rápido, meus cristais ainda se espalhariam numa área de quatro metros e eu não teria problema.


Então disse calmamente e baixo:
-É isso que você quer não é?? você está com fome...Tome... São para você.


Me abaixo estando a cinco metros dele, esperando ele vir até mim para comer os tomates que estão em minha mão.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuário

Re: Quest - Amanita

em Dom Nov 05, 2017 3:15 am

Meru meru mei....Meru meru
Meru meru mei, Meru meru, Meru meru Mei...
Meru meru mei...
Spoiler:

A garota usou de uma simples tática para pegar a criatura mas ela se mostra apática e usa selos simples dando um grito dilacerante,que vai varrendo uma área de vinte metros ,onde a garota estava dentro deste ponto,deveria usar alguma tática para se defender,porém estava com poucas reservas de chakra devidos aos seus treinamentos.
-----------------------------------------------------------------------------------------------

Vida: ???
Chakra: -25
Agilidade: ???

Spoiler:

Berro da Mandrágora


Conteúdo patrocinado

Re: Quest - Amanita

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum